A minha opinião sobre os painéis solares Goal Zero Nomad 50 e BigBlue 28W

Breve apresentação da minha viagem de bicicleta à volta do mundo

Amante da liberdade e da natureza, embarquei numa viagem de bicicleta ousada e inspiradora: uma viagem pelo mundo, desde as paisagens pitorescas de França até às terras misteriosas da Ásia. Numa viagem de vários anos, os meus pedais estão destinados a percorrer os cinco continentes, num total de mais de 70.000 quilómetros.

Para mim, esta viagem não é uma corrida contra o tempo. Pelo contrário, desfruto de cada momento, saboreando a vida ao ritmo das estações e das paisagens que passam. Longe de tentar viajar com pouca bagagem, aprecio o conforto e a autonomia que o meu equipamento me oferece.

A pedra angular desta viagem é a autonomia. Quero ser capaz de me instalar durante vários dias em sítios longe da civilização, viver segundo as minhas próprias regras, livre e independente.

Viver fora da rede quando se viaja de bicicleta


A autonomia energética é uma questão fundamental quando se embarca numa viagem de longa duração em bicicleta, especialmente quando se viaja por zonas isoladas, longe das facilidades da civilização moderna. O problema torna-se ainda mais complexo quando se trabalha e faz negócios na Internet como nómada digital, como é o meu caso. Manter uma ligação com o mundo digital é vital, pois permite-me não só realizar as minhas tarefas diárias, manter-me em contacto com os meus clientes, actualizar os meus sítios Web, mas também partilhar a minha aventura com a minha comunidade em linha.

Para enfrentar este desafio, é imperativo ter acesso a uma fonte de energia fiável e sustentável que possa gerar a electricidade necessária para fazer funcionar o meu computador portátil, smartphone e outros dispositivos electrónicos essenciais para a minha viagem. A energia solar provou ser uma solução prática e amiga do ambiente para a minha viagem de bicicleta.

Por isso, optei por viajar com dois painéis solares, o Goal Zero Nomad 50 e o BigBlue 28WNeste artigo, vou partilhar a minha experiência com estes dois dispositivos, na esperança de que possa ajudar outros viajantes e nómadas digitais na sua busca de autonomia energética. Neste artigo, vou partilhar a minha experiência com estes dois dispositivos, na esperança de que possa ajudar outros viajantes e nómadas digitais na sua busca de autonomia energética.

Na minha procura de autonomia energética, duas opções de painéis solares chamaram-me a atenção: o Goal Zero Nomad 50 e o BigBlue 28W.

O Goal Zero Nomad 50Como o nome indica, oferece 50 watts de potência, ideal para carregar baterias de alta capacidade. Foi concebido para ser leve e portátil, privilegiando a durabilidade e a eficiência. Os seus painéis solares estão protegidos por um invólucro robusto e resistente às intempéries, o que o torna particularmente adequado para as condições exteriores adversas que posso encontrar nas minhas viagens.

O BigBlue 28Wé um painel solar mais compacto com uma potência de 28 watts. Tem um design leve e dobrável que facilita o seu transporte e armazenamento. O BigBlue 28W também tem portas USB incorporadas, o que facilita a ligação directa dos meus dispositivos electrónicos para carregamento.

Estes dois painéis solares são os meus companheiros fiéis ao longo da minha viagem, fornecendo a energia necessária para alimentar o meu nomadismo digital. Nas secções seguintes, partilharei mais pormenorizadamente a minha experiência com os Goal Zero Nomad 50 e o BigBlue 28Wpara o ajudar a compreender como estas ferramentas podem apoiar uma viagem de bicicleta auto-suficiente em termos energéticos.

Porquê painéis solares?

A autonomia energética é um dos aspectos mais importantes de ser um nómada digital e viajante. Isto é ainda mais verdade quando se aventura em locais remotos onde o acesso a uma fonte de electricidade fiável pode ser um desafio. É aí que entram os painéis solares.

No meu caso, utilizo uma combinação de hardware e soluções de energia renovável para me manter ligado e produtivo enquanto viajo. O meu MacBook Air M1 é essencial para o desenvolvimento web e a gestão de sítios. O meu iPhone 11 mantém-me em contacto com os meus clientes e a comunidade online. E a minha câmara Insta360 X3 capta os momentos preciosos e as paisagens de cortar a respiração que encontro pelo caminho.

No entanto, todos estes dispositivos necessitam de uma fonte de energia para funcionar. É aqui que os meus painéis solares, o Goal Zero Nomad 50 e o BigBlue 28WEstes dois painéis solares, juntamente com as minhas três baterias robustas (duas de 26800mAh 100W e uma de 10000mAh), fornecem a electricidade de que necessito para alimentar o meu equipamento. Estes dois painéis solares, juntamente com as minhas três baterias robustas (duas de 26800mAh 100W e uma de 10000mAh), fornecem-me a electricidade de que necessito para alimentar o meu equipamento.

A energia solar é uma solução óbvia para as deslocações de bicicleta devido à sua natureza renovável e amiga do ambiente. Além disso, a tecnologia solar tem feito grandes progressos nos últimos anos, o que significa que os painéis estão a tornar-se cada vez mais eficientes e portáteis. Podem gerar uma quantidade significativa de energia, mesmo em dias nublados, permitindo-me recarregar as minhas baterias ao longo do dia.

Ao escolher os painéis solares como fonte de energia, não só asseguro a minha autonomia energética onde quer que esteja, como também participo na protecção do nosso planeta, optando por uma energia limpa e renovável. É uma escolha que recomendo vivamente a todos os viajantes e nómadas digitais que procuram combinar aventura e trabalho de uma forma sustentável e amiga do ambiente.

Painel solar Goal Zero Nomad 50

O painel solar Goal Zero Nomad 50 é um parceiro valioso na minha viagem. Combina uma potência notável com uma portabilidade eficiente, oferecendo uma solução fiável de energia renovável mesmo nos locais mais remotos.

Este painel tem 50 watts de potência, o que o torna capaz de carregar rapidamente as minhas baterias de 26800mAh. Tem uma porta USB incorporada para utilização directa, bem como uma porta de 8 mm para ligação a baterias maiores da Goal Zero. Características inteligentes, como a tecnologia de carregamento inteligente, garantem uma eficiência óptima e protegem os seus dispositivos durante o processo de carregamento.

Um dos aspectos mais impressionantes do Goal Zero Nomad 50 é o seu design duradouro. As células solares estão protegidas por um invólucro robusto que resiste aos elementos, garantindo uma longevidade e um desempenho consistentes, mesmo em condições adversas. Além disso, é leve e o seu design dobrável facilita o transporte e a arrumação quando não está a ser utilizado.

Globalmente, o Goal Zero Nomad 50 é um painel solar versátil que oferece uma combinação atractiva de potência, durabilidade e portabilidade. É um investimento sensato para qualquer viajante ou nómada digital que pretenda garantir a independência energética em movimento.

A minha experiência pessoal de utilização do Goal Zero Nomad 50 durante a minha viagem de bicicleta.

É verdade que não utilizo o painel solar Goal Zero Nomad 50 O peso extra de mais de três quilogramas pode ser sentido durante estas fases. O peso extra de mais de três quilos pode ser sentido durante estas fases.

No entanto, quando decido fazer uma pausa num local remoto imerso na natureza, este painel solar torna-se o meu precioso colaborador. É essencial para recarregar as minhas baterias, permitindo-me manter a minha autonomia energética e continuar o meu trabalho como programador web, mesmo nos locais mais remotos do planeta.

Vantagens e desvantagens do Goal Zero Nomad 50

Durante a minha viagem de bicicleta à volta do mundo, o painel solar Goal Zero Nomad 50 provou ser um aliado valioso, mas também apresentou alguns desafios. Aqui fica o meu feedback, detalhando as vantagens e desvantagens deste modelo.

Vantagens:

  1. Fiabilidade e eficiência O painel solar Goal Zero Nomad 50 tem uma potência de 50 watts, o que o torna eficaz para carregar rapidamente as minhas baterias, mesmo quando estou no meio do nada.
  2. Sustentabilidade A robustez do painel é um trunfo importante. Resistiu a várias condições climatéricas sem perder a sua eficácia. A sua construção resistente à água e às intempéries permite-lhe manter-se operacional mesmo em condições difíceis.
  3. Portabilidade Apesar do seu tamanho, o painel é suficientemente dobrável e compacto para ser facilmente embalado e transportado.
  4. Carregamento inteligente O painel solar possui uma tecnologia de carregamento inteligente que optimiza a eficiência e protege os meus dispositivos durante o processo de carregamento.

Desvantagens:

  1. Peso Pesando mais de três quilos, o peso do painel solar é o principal inconveniente, especialmente em longos dias de ciclismo.
  2. Dependência das condições climatéricas Como todos os painéis solares, a sua eficiência depende das condições climatéricas. Dias nublados ou chuvosos podem abrandar consideravelmente o processo de carregamento.
  3. Prémios O Goal Zero Nomad 50 é um investimento significativo. Pode não ser a escolha mais económica para todos os viajantes de bicicleta ou nómadas digitais.

É importante notar que a minha experiência com o painel solar Nomad 50 da Goal Zero pode variar em função de muitos factores, incluindo a localização geográfica, a utilização do dispositivo e as condições meteorológicas.

Aqui está uma folha de dados para o painel solar Nomad 50 da Goal Zero

Especificações técnicas:

  • Tipo de painel: Monocristalino
  • Potência máxima 50 Watts
  • Portos: 1 porta USB (5V, até 2,4A, 12W máx.), 1 porta DC de 8mm (14-22V, até 3A, 50W máx.)
  • Tensão de circuito aberto: 18-22V
  • Células solares: Monocristalino
  • Peso: 3,1 kg (6,85 lbs)
  • Dimensões (desdobrado): 28,5 x 37 x 1 pol. (72,4 x 94 x 2,54 cm)
  • Dimensões (dobrado): 11,5 x 7,2 x 2,5 pol. (29,2 x 18,4 x 6,4 cm)

Características:

  • Design dobrável: Fácil de transportar e guardar. O design dobrável torna-o perfeito para utilização em viagem.
  • Sustentabilidade: As células solares estão protegidas por um invólucro robusto e resistente às intempéries.
  • Carregamento inteligente: Tecnologia de carregamento inteligente para máxima eficiência e protecção do dispositivo durante o processo de carregamento.
  • Compatibilidade: Compatível com a maioria dos dispositivos USB e baterias Goal Zero.

Painel solar BigBlue 28W

Compacto e leve, o painel solar BigBlue 28W é uma peça fundamental do meu conjunto de equipamento. Este painel solar foi concebido para ser portátil, com um design dobrável que facilita o seu transporte e armazenamento, mesmo em espaços apertados. Apesar do seu pequeno tamanho, este painel é capaz de fornecer até 28 watts de potência, o que é suficiente para carregar eficazmente a maioria dos meus dispositivos electrónicos, como o telemóvel, a lanterna de cabeça e as baterias da câmara.

Este painel solar está equipado com células solares de elevada eficiência que maximizam a conversão da energia solar em electricidade. Também tem portas USB incorporadas, pelo que posso ligar os meus dispositivos directamente a ele sem necessidade de adaptadores adicionais. Uma das minhas características preferidas do BigBlue 28W é o seu sistema de regulação inteligente, que ajusta automaticamente a corrente de saída de acordo com o dispositivo ligado, garantindo um carregamento seguro e eficiente.

Em termos de durabilidade, a BigBlue 28W também não desilude. O seu design robusto e resistente à água torna-o perfeitamente adequado às condições exteriores variáveis com que me deparo nas minhas viagens. Quer seja um sol escaldante ou uma chuva torrencial, este painel solar continua a fornecer energia fiável.

No geral, a BigBlue 28W é uma óptima escolha para quem procura uma solução de energia solar portátil e eficiente. A sua combinação de potência, portabilidade e durabilidade torna-a ideal para o meu estilo de vida de nómada digital.

A minha experiência pessoal de utilização da BigBlue 28W na minha viagem de bicicleta.

O BigBlue 28W é um grande aliado na minha busca de autonomia energética. Normalmente fixado na parte de trás da minha bicicleta, encarrega-se de recarregar a minha pequena bateria de 10.000mAh enquanto viajo.

Este painel solar compacto e leve provou ser particularmente eficaz ao carregar o meu iPhone 11. Em plena luz do sol, basta cerca de uma hora para que a bateria do meu telemóvel volte à sua capacidade máxima. Uma grande vantagem quando se está constantemente em movimento.

No início da minha aventura, o BigBlue 28W era a minha única fonte de energia solar. O seu tamanho prático e peso leve tornam-no extremamente útil para alimentar todos os meus pequenos aparelhos electrónicos. No entanto, é de notar que não fornece energia suficiente para carregar eficazmente o meu MacBook Air M1, pelo que tive de adicionar o painel solar Goal Zero Nomad 50 ao meu arsenal.

As vantagens e desvantagens da BigBlue 28W

Como qualquer produto, o painel solar BigBlue 28W tem os seus pontos fortes e fracos, que descobri durante a minha viagem de bicicleta. Eis a minha análise baseada na minha experiência pessoal.

Vantagens da BigBlue 28W :

  1. Compacidade e leveza O tamanho compacto e o peso reduzido facilitam o transporte e a arrumação. É perfeito para utilização móvel e adapta-se facilmente a vários ambientes.
  2. Carregamento rápido de pequenos aparelhos Permite um carregamento rápido e eficiente de pequenos aparelhos electrónicos, como o meu iPhone 11. Em cerca de uma hora, o meu telemóvel está totalmente carregado.
  3. Facilidade de utilização A facilidade de utilização é também uma grande vantagem. É fácil de fixar na minha bicicleta e de ligar os meus dispositivos com as portas USB incorporadas.

Desvantagens da BigBlue 28W :

  1. Potência limitada Goal Zero Nomad 50: Os seus 28 watts de potência não são suficientes para carregar eficazmente os aparelhos que consomem mais energia, como o meu MacBook Air M1. Para isso, tive de recorrer a um painel solar mais potente, o Goal Zero Nomad 50.
  2. Dependência da luz solar Como qualquer painel solar, o BigBlue 28W depende da luz solar. Funciona bem sob luz solar intensa, mas o seu desempenho pode ser limitado em ambientes nublados ou com sombra.

Aqui está uma folha de dados para o painel solar BigBlue 28W

Especificações técnicas :

  • Tipo de painel Policristalino
  • Potência máxima : 28 Watts
  • Portos 3 x USB-A (5V, até 4,8A, 24W máx.)
  • Eficiência de conversão : 21.5 – 23.5%
  • Células solares Policristalino
  • Peso Peso: 21,9 oz (620g)
  • Dimensões (desdobrado) : 33.111.10.2in (8402825mm)
  • Dimensões (dobrado) : 11.16.31,3in (28216033mm)

Características :

  • Design dobrável Fácil de transportar e guardar. O design dobrável torna-o perfeito para utilização em viagem.
  • Sustentabilidade As células solares estão protegidas por um invólucro robusto e resistente à água.
  • Carregamento inteligente Tecnologia de carregamento inteligente para uma eficiência óptima e protecção do dispositivo durante o processo de carregamento.
  • Compatibilidade Compatível com a maioria dos dispositivos USB.

Eis a minha conclusão

À medida que continuo a pedalar pelo mundo, o valor dos meus fiéis companheiros, o Goal Zero Nomad 50 e os painéis solares BigBlue 28W, continua a crescer. Estas ferramentas robustas e eficientes tornaram-se os pilares da minha autonomia energética, uma componente essencial da minha vida como nómada digital.

Independentemente da paisagem que me precede, seja uma praia tranquila, um vale luxuriante ou um pico de montanha com vistas de cortar a respiração, estes painéis solares fornecem a energia para alimentar o meu trabalho, manter a minha ligação ao mundo e documentar cada momento precioso desta aventura extraordinária.

Estes painéis são mais do que simples carregadores solares. São os guardiões da minha liberdade, ferramentas preciosas que me permitem viver esta experiência única, mantendo-me ligado ao mundo exterior. Apesar do peso extra que acrescentam à minha bicicleta, as possibilidades que oferecem em termos de autonomia energética mais do que compensam isso.

No entanto, devo salientar que estes painéis solares não são a solução ideal para quem quer viajar leve de bicicleta. Têm muito peso extra e requerem alguma organização para uma utilização óptima. Mas se, como eu, está preparado para fazer algumas cedências para conseguir uma verdadeira independência energética, então vale a pena considerar o Goal Zero Nomad 50 e o BigBlue 28W.

Em conclusão, não posso recomendar suficientemente estes dois painéis solares, o Goal Zero Nomad 50 e o BigBlue 28W, a qualquer nómada digital ou viajante de longa duração que procure uma solução de energia fiável. Provaram a sua eficácia repetidamente nas minhas viagens, fornecendo energia vital em locais remotos onde não existiam fontes de alimentação alternativas.

O Goal Zero Nomad 50, com o seu design robusto e elevada potência de saída, é ideal para dispositivos que consomem muita energia, como um computador portátil, enquanto o compacto e leve BigBlue 28W é perfeito para carregar eficientemente dispositivos mais pequenos, como um smartphone ou uma lanterna de cabeça.

É importante notar que estes painéis solares não são a solução mais leve para uma viagem de bicicleta. No entanto, para aqueles que, como eu, estão dispostos a carregar um pouco mais de peso pela independência energética que oferecem, estes painéis valem bem o investimento.

Em suma, o Goal Zero Nomad 50 e o BigBlue 28W são produtos excepcionais que recomendo vivamente a todos aqueles que procuram combinar aventura e trabalho e que sonham em viver uma vida verdadeiramente independente na estrada.